12.10.10

O cara é um animal...


Depois de alguns dias sem postar, eu teria todos os motivos e temas possíveis para - sempre mal e porcamente - discorrer. Porém, minha vida gira em torno de treinos que se dissolvem - bem ou mal - na participação em alguma competição de triathlo de longa distância.
Porém, como no último sábado rolou a grande final mundial do Ironman, na ilha de Kona, Havaí, e, infelizmente eu fiquei muito longe de conseguir uma vaga, a única coisa que posso escrever à respeito aqui é sobre um 'animal' chamado Ciro Violin.
Animal é um adjetivo que, desde que Osmar Santos passou a chamar o jogador de futebol Edmundo assim, se tornou - de certa maneira - uma homenagem. E o faço aqui, agora, é isso também.
Detesto 'puxa-saquismos', detesto babação de ovo e toda e qualquer manisfestação desse tipo. Mas desta vez, vou me contradizer e fazer isso de uma maneira ou de outra.
O que esse 'sujeito' fez no Havaí é algo espetacular e deve ser louvado, ovacionado, reverenciado, aplaudido de pé, homenageado, ou qualquer outra forma de reconhecimento que possa - e deva - ser feita.
Conseguir se classificar já é um feito mais do que louvável. E ele já havia conseguido isso ano passado, digamos, com certa folga.
Este ano, para quem acompanha os relatos que ele faz em seu blog (http://www.cirotriatleta.blogspot.com/), ele teve todas as dificuldades possíveis e, mesmo assim, superou-as e foi buscar a vaga de maneira heróica. Só de ter que trocar as câmaras furadas por pelo menos três vezes (se não me engano) e ainda conseguir a tal vaga numa das categorias mais difíceis (30-34), já dá o tom da capacidade de superação e a quantidade de determinação que esse cara carrega nas veias.
Só para se ter uma idéia, eu considero que fiz um pedal muito bom aqui em Floripa para quem é um simples amador e fechei o ciclismo com 5h e 10 min. O Ciro passou por mim 2 vezes durante o ciclismo e ainda assim sumiu do meu campo de visão. Mesmo que eu pedalasse de binóculos, não seria possível conseguir enxergá-lo.
Mas isso não é nada. Existe uma "lenda" que diz que, se você faz tal tempo aqui no Ironman de Floripa, você pode acrescentar mais 1h e 20' até 1h e 40' no Ironman do Havaí. E isso, se você treinar muito. Mas muito mesmo!
Bom, no caso do Ciro não podemos levar essa "lenda" em consideração, pois ele passou por apuros aqui no Brasil. Mas é aí que entra a "animalidade" do cara.
Não sei se ele acumulou psicológicamente uma certa frustração - transformando-a depois em capacidade física e mental para superar toda essa dificuldade em benefício próprio, é óbvio - fazendo com que tudo fosse descarregado na prova da ilha de Kona.
Acontece que o 'animal' não só baixou seus melhores tempos, mas fez uma prova abaixo das 9 horas no local mais difícil para desempenhar as próprias capacidades! Isso parece pouco? Então, anote em seu caderninho e guarde para a eternidade: o Ciro foi CAMPEÃO MUNDIAL da categoria 30-34 e foi VICE-CAMPEÃO AMADOR GERAL!!!!!Chegou 5 minutos atrás de Norman Stadler!!! Não sabe quem é? Era só um dos favoritos para levar o caneco e foi vencedor dessa prova em 2004 e 2006. Só isso! Vou insistir e dizer que no mundo só existe um cara amador - que por sinal não me interessa o nome - que é melhor do que o Ciro!
A única coisa que tenho a dizer é que tenho um orgulho enorme de me considerar amigo de um cara humilde e mais do que determinado que é CAMPEÃO MUNDIAL do esporte que eu pratico e mais amo na minha vida.
Desculpem a babação de ovo, a pagação, o puxa-saquismo, mas conseguir o que esse cara conseguiu não é para qualquer um. Aliás, é para quase ninguém.
Cirão, que Deus te abençoe, e que a sua nova empreitada, como um atleta profissional, também seja repleta de conquistas. Repito e reforço o que já disse em seu blog : você é exemplo de determinação e de amor ao esporte para todos que o praticam. Parabéns, mesmo!!!

2 comentários:

  1. Grande Bruno!!!

    Se não fosse pelos seu CO2 e pela sua camara de ar emprestada naquele dia (pra mim) terrível em Floripa, eu nunca teria conseguido a vaga.

    Eu te agradeço de coração.
    Vc foi muito amigo em me ceder os reparos

    MUITO Obrigado por esse texto, vou copiar e guarda-lo com carinho.

    Um abraco do SEU GRANDE AMIGO CIRO

    ResponderExcluir